segunda-feira, 27 de abril de 2009

San Andrés

Fomos até Johny Kay, essa ilhota que fica a uns 5 ou 10 minutinhos de barco. Uma graça, demos a volta nela a pé em uns 3 minutos, dá pra imaginar como ela é enorme!

é essa bem ao fundo

Fomos também ao accuário que mais um lugar paradisíaco. E mais um passeio imperdível! Piscinas são formadas entre barreiras de corais e diversos peixinhos ficam presos nelas até que a maré os tirem de lá. Alegria da criançada, e do marmanjos!!

É só colocar as máscaras e se esbaldar!!!

Não podemos deixar de comentar que San Andrés também é linda debaixo d'água! Fizemos 2 mergulhos (dedo de Morgan e Pirâmides) e vimos arraias enormes nadando (ou seria voando? ou bailando?), moréia, tartaruga, e esponjas enoooormes formando barris como nunca tínhamos visto. Pena não termos câmera para debaixo d'água, ficamos devendo as fotos... E o melhor de tudo é que não precisa de roupas para mergulhar, devido à temperatura da água, mergulhamos de biquini e sunga!


Difícil mesmo é ir embora daqui...


Se alguém estiver querendo uma dica de viagem:
VÁ À COLÔMBIA!!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

San Andrés é um paraíso!!!!!!

Chegamos à San Andrés, e na chegada, do avião, já dá pra ver o que nos espera. Água transparente, em diferentes tons de azul, numa ilha no meio do caribe, com apenas 7 Km de extensao. UM PARAÍSOMais conhecido como MAR DE 7 CORES



O mar só pra atrapalhar um pouquinho mais, é de uma temperatura deliciosa.

Fizemos um passeio em volta da ilha, e constatamos que ela é toda linda! Há um lugar chamado west view, de onde saltamos de um paredão de 5 metros e nadamos em meio à diversos peixinhos.



Mesmo em um dia nublado, a ilha não perde o seu encanto:



Há um local chamado Olho Soprador, que é uma cavidade formada nos corais, que dependendo da maré e da forca do vento, esguicha água a mais de 10 m de altura. É conhecido como o geiser de San Andrés. Vai um vídeo para divertir vocês.


video

terça-feira, 21 de abril de 2009

City Tour

Fizemos o contrário do que a maioria das pessoas: deixamos o city tour para o último dia. Visitamos os pontos mais importantes da cidade, incluindo o convento de "La Popa" de onde podemos ver a cidade inteira, e a fortaleza de San Felipe de Barajas, que dá uma idéia de como era dificil a vida nas cidades daquele tempo.




Depois do City Tour ainda deu tempo de tomar mais um nevado no Juan Valdez






Deixamos Cartagena com a impressão de que a cidade poderia ser chamada de "a cidade das belas portas"









Ilha do Rosário

Em Cartagena, há um passeio de lancha (cerca de 1 hora) que nos leva a um arquipélago conhecido como Islas del Rosário devido a seu formato. Sao 28 ilhas, fomos a uma aonde há um ponto de apoio chamado Isla del Encanto.
As praias em Cartagena não são muito bonitas, mas em compensação nas Ilhas do rosário, e uma mais linda que a outra. Areia branquinha, coqueiros, e um mar transparente e sem ondas. O Paraíso das crianças.








De lá parte um passeio para o Oceanário, onde temos diversas espécies marinhas, com direito a show de golfinhos e de tubaroes amestrados!!! Muito bonito, apesar de dar pena dos bichinhos confinados em pequenas piscinas oceanicas.










segunda-feira, 20 de abril de 2009

Cartagena é LINDA!!!!

Cartagena é uma cidade pitoresca, são duas cidades em uma: o centro histórico que fica dentro das muralhas construídas para proteger a cidade no sec XVII dos ataques de piratas ingleses e franceses em busca de ouro "roubado" pelos espanhóis (sabe, ladrão que rouba ladrão?!), e um lado chamado Boca Grande que é um bairro novo, na saída da baía de Cartagena, com construções modernas aonde fica a maioria dos grandes hotéis.






No centro, onde estamos hospedados, também chamado de "Corralito de Piedra" as ruas são estreitas, com construções da época (sobrados de 2 andares com balcões) e à noite a iluminação reproduz os lampiões, um charme! Charretes circulam levando os turistas num passeio pela cidade.



Fizemos um passeio muito interessante a um vulcão de lama, vale a pena conferir. Volcano del Totumo.

Você não afunda de jeito nenhum!!!



(Estamos em pé, viu???)

sábado, 18 de abril de 2009

Quarto dia em Bogotá e Primeiro em Cartagena

Hoje fomos ao cerro de Montserrat, um convento que fica no alto de uma montanha que está a mais de três mil e poucos metros de altitude. De lá vemos a cidade inteira, uma vista muito bonita, e o local é deslumbrante, de uma paz incrível. Chegamos até lá de funicular, uma espécie de bondinho como o do morro Santa Marta.




Depois fomos até o museu do Botero e de lá fomos para Cartagena, que merece um post a parte!!!















quarta-feira, 15 de abril de 2009

Terceiro dia - ainda em Bogota

Hoje fizemos um passeio lindo, até Zipaquirá, distante uns 50 km de Bogotá, para visitar a Catedral de Sal, escavada em uma mina de sal, aproximadamente 180 metros abaixo da superfìcie. Se algum dia tiverem a oportunidade de estar em Bogotá, não deixem de ir, é outro passeio imperdível. Apenas não percam tempo com os passeios"colaterais": museu da Salmoura (passem direto, nada que valha os 5 minutos gastos) e a rota do mineiro (serve apenas para tirar foto com o capacete e lanterna, nada além disso). O filme em 3D nem se fala..... Mas a Catedral... ...compensa o resto, com uma respresentaçäo da Via Crucis e uma nave central com mais de 150 metros de comprimento. Celebram missas, casamentos e batizados (vejam a pia batismal abaixo toda esculpida em sal) lá.
Fomos de Transmilenio, ônibus articulados, estilo o Ligeirinho de Curitiba, muito baratos para os padrões brasileiros (R$1.35 aprox.), que levam você até os limites da cidade. Lá pegamos um minibus meio velho (bondade....) , os motoristas aqui em Bogotá são muito loucos no trânsito (se sairmos daqui sem vermos um acidente diria que será um verdadeiro milagre), o espaço é sempre de quem chega primeiro, buzinas são item obrigatório, enfim, Rio e São Paulo são um paraíso perto daqui. O trânsito também é bem caótico, a qualquer hora.
Voltando ao passeio, leva mais ou menos 40 minutos de minibus, chegando em Zipa (para os íntimos), uma pequena caminhada espera os mais corajosos ou um táxi (muito baratos por aqui) leva os mais preguiçosos até a entrada da Catedral.
Depois do passeio comemos uma arepa, espécie de panqueca de milho, recheada de queijo, para mim muito gostosa,mas a Dany não gostou muito, nem quis repetir.
Na volta de Zipa fomos até um parque de diversões, chamado Salitre Mágico e voltamos um pouco a infância e aborrecência, nas 2 montanhas-russas e outros brinquedos. Logo que chegamos ao parque, um pé dágua nos aguardava (aliás típico da cidade - chove bastante a tarde). E mais uma vez minha adorável esposa quase capota às 6, mas hoje ainda aguentou até agora....
Amanhã vamos para Cartagena e mudamos completamente de clima. Até lá.
Beijos e Abraços
Rodrigo